Como não desesperar com os TPC em tempo de férias

Como não desesperar com os TPC em tempo de férias

O primeiro período lectivo terminou, mas isso não significa que as crianças e os jovens estejam completamente de férias. Muitos saem da escola carregados de Trabalhos Para Casa, os famosos TPC, e sem muita vontade. E com razão, pelo menos é o que pensam alguns dos especialistas que o PÚBLICO contactou. Para o pedagogo Renato Paiva “na grande maioria dos casos, os TPC nas férias são absolutamente desnecessários”.

“Estudar pode não parecer uma tarefa divertida e os trabalhos de casa parecem ser uma invasão do tempo de férias”, justifica. No entanto, se os TPC são pedidos pelos professores, então devem ser feitos porque outra coisa que os pais têm de incutir é “a responsabilidade”, afirma o pedagogo. A mesma opinião tem a psicóloga Teresa Espassandim, do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP), lembrando que aos pais cabe ajudar os filhos “a compreender e a assumir as consequências da decisão de fazer ou não fazer [os trabalhos], com autonomia”. (…)

Veja mais detalhes do artigo – aqui.

Marcelo no Intendente e os excessos do turismo

Marcelo no Intendente e os excessos do turismo

Visita do Presidente da República ao bairro lisboeta foi recebida com muitos beijinhos e abraços.

O Presidente da República matou esta-sexta-feira saudades dos avós minhotos, fez a barba no único estabelecimento sobrevivente à renovação do largo do Intendente e alertou para os perigos do turismo e da consequente pressão imobiliária em Lisboa.

Marcelo Rebelo de Sousa, sempre abordado por transeuntes – desde habitantes locais de sempre aos mais recentes e até membros das comunidades do Bangladeche e do Nepal – começou por voltar ao Grupo Excursionista e Recreativo “Casa dos Amigos do Minho”, soprando as velas do bolo do 67.º aniversário, manchado pela “triste notícia” de abandono das instalações dentro de dois domingos.

Pode ler mais sobre esta notícia – aqui!