“É inacreditável que  hoje se passeiam mais os cães do que as crianças”

“É inacreditável que hoje se passeiam mais os cães do que as crianças”

Há mais de 40 anos que o investigador Carlos Neto trabalha com crianças e está preocupado com o sedentarismo.

(,,,) ganhou-se um medo enorme de as crianças andarem autónomas na rua. A rua desapareceu, está em extinção como local de jogo, de brincadeira, de encontro de amigos. O problema da socialização é uma das questões mais importantes que se colocam hoje na nossa juventude e nas culturas de infância. Temos aqui um problema muito sério que só pode ser resolvido com medidas corajosas e arrojadas do ponto de vista político.

Leia a entrevista com Carlos Neto (professor e investigador da Faculdade de Motricidade Humana de Lisboa) – aqui.